Blog

Profissão Cervejeiro: seu guia prático para trabalhos operacionais em cervejarias

Conheça os cargos e as atribuições de quem trabalha com produção de cerveja.

Todo mundo conhece – e muita gente cobiça – a profissão de Mestre Cervejeiro, mas pouca gente sabe o caminho que é preciso trilhar para chegar até essa posição.

Assim como em outros setores, a indústria cervejeira possui uma estrutura organizacional que pode ser muito simples ou extremamente complexa, a depender do tamanho da planta fabril, ou seja, da sua capacidade produtiva.

Se você está procurando uma posição na indústria cervejeira e está um pouco perdido com as nomenclaturas dos cargos, as atribuições e qualificação exigidas, esse artigo vai te ajudar a entender melhor como esse mercado se organiza. 

Além disso, trouxemos alguns anúncios de empregos publicados recentemente* para cargos ligados à produção de cerveja. Assim você pode ter uma boa ideia de quais são as exigências do mercado de trabalho para cada uma dessas vagas destinadas às atividades de fábrica.

Aproveite a leitura. Aqui está o seu guia prático para trabalhos operacionais em cervejarias. 

Os principais cargos operacionais em cervejarias

O crescimento significativo das microcervejarias abriu uma série de oportunidades para cervejeiros em todos os níveis, desde o operador, ao cervejeiro técnico e, finalmente, ao mestre cervejeiro. 

É verdade que os papéis variam muito de acordo com o tamanho e a configuração da cervejaria, mas há uma hierarquia básica que se estabelece de acordo com a experiência dos cervejeiros. 

Em relação à qualificação desses profissionais, elas são normalmente exigidas para cargos mais altos, mas os de menor hierarquia, em muitos casos, fazem parte do “rito de passagem” para se tornar um mestre cervejeiro completo. 

Para quem quer trilhar uma carreira cervejeira de sucesso, portanto, podemos dizer que a chave é estar no lugar certo na hora certa – se valendo do famoso networking! -, além de se destacar da multidão por meio de excelentes qualificações ou experiências profissionais de alto nível.

Dito isso, abaixo você encontrará os principais trabalhos operacionais em cervejarias e as habilidades exigidas para o exercício de cada um dos cargos, a começar pelo Auxiliar de Produção.

AUXILIAR DE PRODUÇÃO

Esse é o cargo base do organograma organizacional de uma grande cervejaria.

O auxiliar de produção trabalha assumindo tarefas de primeira necessidade para as atividades de produção da empresa. 

Ele pode apoiar em atividades que vão desde a carga e descarga de caminhões e o recebimento dos insumos que vêm dos fornecedores, passando pela limpeza dos equipamentos e abastecimento de produtos nas linhas de produção, chegando até o envase e separação para expedição.

Na prática, como já mencionamos, cada cervejaria possui os seus processos e organização da produção e, portanto, as atividades desse profissional variam de acordo com a empresa em que está trabalhando. 

Em cervejarias menores, por exemplo, é comum que o auxiliar de produção ganhe atribuições e responsabilidades ainda mais complexas do que aquelas que citamos acima.

Nos anúncios abaixo, você tem as atribuições exigidas e também o salário proposto para o cargo de Auxiliar de Produção em uma Cervejaria de Porto Alegre e outra de Nova Lima, Minas Gerais:

Formação exigida: O nível de escolaridade exigido para trabalhar como Auxiliar de Produção em uma cervejaria dependerá da empresa contratante e da disponibilidade de mão de obra no local de prestação de serviços.

Você pode encontrar vagas que requeiram apenas ensino fundamental até ensino médio completo. 

Curso Sugerido: mais que um curso para conseguir uma colocação de Auxiliar de Produção em uma Cervejaria, a qualificação é fundamental para o colaborador desenvolver as suas atividades com maior competência e, claro, progredir na carreira cervejeira. 

O Curso de Tecnologia Cervejeira da ESCM é o curso porta de entrada para quem quer galgar posições de destaque dentro da planta, assumindo trabalhos operacionais em cervejarias.

OPERADOR FABRIL

A execução das atribuições do cargo de Operador Fabril envolvem atividades que demandam esforço físico, mas também atenção aos detalhes e controle dos processos.

Além de realizar muita limpeza – de tanques de fermentação até de pisos e barris – o Operador deve monitorar especificações como a gravidade de uma cerveja e os níveis de CO₂. 

Qualquer anomalia deve ser prontamente reportada ao superior.

Quem ocupa essa posição também precisa dominar conceitos e técnicas de produção, como dry hopping e descarte de trub, por exemplo, além de fazer a manutenção autônoma dos equipamentos.

Aqui entram trabalhos operacionais em cervejarias mais simples, como lubrificação, limpeza, aperto e inspeção dos parafusos, para evitar grandes paradas dos equipamentos para manutenção.

Além disso, é muito provável que o Operador Fabril também seja responsável pelo envase, que inclui a transferência da cerveja dos tanques para barris ou garrafas ou latas.

Em resumo, um operador fabril de cervejaria é a mola propulsora de toda a produção; ele sabe exatamente o que está acontecendo com cada cerveja, em cada etapa do processo.

Porém, voltamos a repetir: as atribuições dependerão do tamanho da cervejaria.

Cervejarias menores podem combinar as funções de Operador com a de Auxiliar de Produção.

Outras, maiores, subdividem o cargo em Operador Fabril I e II (ou até mais), seguido do cargo de Supervisor Fabril. 

Nesse último caso, as colocações nos cargos subsequentes tendem a fazer parte do plano de carreira da empresa, ou seja, da escalada natural que o colaborador conquista mediante mérito e tempo de serviço na casa.

Confira os anúncios que oferecem vagas de Operador e Supervisor Fabril em cervejarias brasileiras:

trabalhos operacionais em cervejarias
operador fabril cervejaria
supervisor fabril cervejaria

Formação exigida: em geral, as vagas para o cargo de Operador Fabril exigem o ensino médio completo.

Contudo, como vimos, as responsabilidades do cargo exigem habilidades técnicas que não se desenvolvem em uma formação escolar padrão.

Por isso, quem conta com um treinamento na área ou experiência prévia sempre sai na frente.

Curso Sugerido: Tecnologia Cervejeira e Aprofundamento em Lúpulo.

trabalhos operacionais em cervejarias

CERVEJEIRO

Em seguida, na escala, vem o Cervejeiro, o responsável por todas as etapas de produção da cerveja.

Dependendo de quão automatizado é o sistema, ser cervejeiro significa moer grãos e realizar manutenção em bombas, válvulas, tanques e equipamentos. 

Ainda assim, cabe a esses profissionais o monitoramento de todo o processo para garantir que os produtos sejam de alta qualidade, verificando a taxa de fermentação, a temperatura e os valores de pH da mistura.

Trata-se, ao final e principalmente, da responsabilidade de garantir que a receita seja bem executada e se atinja o resultado desejado.

Outra atribuição fundamental de quem ocupa o cargo de cervejeiro é a de coordenação da equipe, que pode envolver centenas de pessoas em grandes cervejarias.

Nessas fábricas, a estrutura organizacional também pode prever mais de um cargo de Cervejeiro, de Júnior a Sênior.

Já nas cervejarias menores é comum virem combinadas as posições de Cervejeiro e Operador, criando uma posição de “produção” que faz tudo. Da mesma forma, a figura de Cervejeiro e de Mestre Cervejeiro podem se confundir nesses locais.

Dê uma olhada como as cervejarias brasileiras descrevem as atividades do cargo de Cervejeiro nos anúncios:

trabalhos operacionais em cervejarias

Formação para o cargo de Cervejeiro: A formação exigida para ocupar o cargo de Cervejeiro dependerá basicamente da política organizacional da empresa. 

Grandes cervejarias e cervejarias artesanais que investem na qualidade técnica dos seus colaboradores exigem e/ou incentivam que os seus profissionais tenham diploma de nível superior, de nível médio em Técnico em Cervejaria ou, no mínimo, ensino médio com treinamento certificado específico na área de produção cervejeira.

Cursos Sugeridos: Técnico em Cervejaria (Mestre Cervejeiro) e Pós-Graduação em Tecnologia Cervejeira.

CONTROLE DE QUALIDADE

Em grandes cervejarias, há pelo menos uma pessoa dedicada ao monitoramento da qualidade das cervejas. 

Essa pessoa geralmente vem de uma formação científica – microbiologia, química ou biomedicina – e tem habilidades com microscópios, análises laboratoriais e processos sanitários em geral. 

Durante cada etapa do processo de fabricação e cerveja, eles coletam amostras para garantir que não haja bactérias que possam afetar negativamente a cerveja e que o produto final seja estável na prateleira. 

Eles também desenvolvem o programa de análise sensorial, para descobrir os diferentes sabores e perfis de aromas nas cervejas, garantindo a qualidade do produto.

Cervejarias com uma estrutura organizacional mais enxuta, acumulam as funções do cargo de Controle de Qualidade com a de Cervejeiro.

cargos operacionais em cervejarias de controle de qualidade

Formação: O desempenho das atividades do cargo ligado ao Controle de Qualidade está relacionado aos cursos técnicos e superiores das áreas de alimentos, química e microbiologia.

Entretanto, recomenda-se que a formação seja complementada com especialização ou aperfeiçoamento específicos para a atuação em cervejarias. 

Curso Sugerido: Microbiologia da Cerveja e Controle de Qualidade

MESTRE CERVEJEIRO

Finalmente, chegamos ao cargo mais ilustre na hierarquia organizacional das cervejarias: o cargo de Mestre Cervejeiro.

Como o nome indica, o título é conferido, essencialmente, aos cervejeiros que são mestres em seu ofício.

Nas cervejarias de grande porte, alcançar a posição pode exigir 10 anos de experiência ou mais, enquanto em microcervejarias esse percurso é abreviado.

Em um caso ou em outro, mestres cervejeiros são profissionais que possuem qualificação técnica, experiência e competência para assumir as responsabilidades da produção em uma cervejaria.

Entre as suas atividades está a criação de receitas, claro, mas também uma série de tarefas que envolvem logística e gerenciamento, como a encomenda dos insumos e o planejamento do cronograma da produção.

Além disso, o Mestre Cervejeiro sabe exatamente como a cerveja deve resultar no copo e, com isso em mente, desenvolve os Procedimentos Operacionais Padrão para garantir a consistência do produto.

Afinal, é sua a última palavra sobre a qualidade da cerveja.

Para isso, o Mestre Cervejeiro conta com a ajuda de toda a equipe de produção, cujo gerenciamento é uma das suas principais atribuições. 

Assim, enquanto o Cervejeiro prima pela ordem e harmonia na execução das tarefas, sincronizando as atividades dos colaboradores, o Mestre Cervejeiro lidera e orquestra toda a equipe.

Para quem planeja ocupar essa posição, portanto, é preciso desenvolver tanto habilidades técnicas, como competências de comunicação, liderança e organização. 

Veja, em anúncios de empregos reais, quais as atribuições o mercado de trabalho exige para o cargo de Mestre Cervejeiro: 

 mestre cervejeiro
cargos operacionais em cervejarias de mestre cervejeiro
cargos operacionais em cervejarias de mestre cervejeiro

Formação para assumir o Cargo de Mestre Cervejeiro: apesar de a profissão de Mestre Cervejeiro ser reconhecida pelo Ministério do Trabalho e integrar a Classificação Brasileira de Ocupações, no Brasil,  não é imposta nenhuma formação específica para o exercício da atividade.

Por outro lado, o mercado de trabalho tem sido cada vez mais exigente na hora de contratar esses profissionais.

O título, portanto, é reservado para profissionais com educação formal que somam tempo de serviço e experiência na produção de cervejas.

Curso Sugerido: Mestre Cervejeiro

No Curso de Mestre Cervejeiro da ESCM, após um ano de estudo em período integral e a conclusão das atividades de estágio em cervejarias, o aluno recebe certificação técnica e está apto a comandar as atividades de uma cervejaria.

Da mesma forma, quem é Engenheiro com inscrição no CREA e se especializa no Curso de Pós-Graduação em Tecnologia Cervejeira da ESCM, também pode assumir a responsabilidade técnica por cervejarias.

Lembrando que em todas as cervejarias, independentemente do tamanho da sua produção, é obrigatório o acompanhamento das atividades por um responsável técnico, um profissional habilitado que garanta a segurança do produto final destinado ao consumo.

Como vimos, as descrições das tarefas dos cargos das cervejarias muitas vezes se confundem, misturando atribuições que, em tese, seriam de outro cargo. 

A verdade é que, na prática, todos fazem um pouco de tudo dentro de uma planta cervejeira, e isso é tão mais verdade quanto menor for a cervejaria. 

Por isso, se você está buscando uma colocação em uma cervejaria artesanal, saiba que versatilidade é uma habilidade bastante valorizada no setor.

Além disso, pensar na sua qualificação técnica é indispensável.

Embora você possa não precisar de um certo nível de escolaridade ou diploma para ser elegível para os trabalhos operacionais em cervejarias, buscar conhecimento sobre as práticas de fabricação de cerveja para cervejarias pode ajudá-lo a entender melhor como esse setor opera e, consequentemente, conquistar melhores posições. 

Boa sorte e sucesso na sua carreira cervejeira!

>> Conheça os detalhes dos Cursos da ESCM que citamos nesse artigo:

____________

* Os anúncios mostrados nesse artigo referem-se a trabalhos operacionais em cervejarias brasileiras, de pequeno e grande porte. Os nomes das empresas foram preservados visto que se trata de um artigo de cunho informativo, imparcial e não promocional. Se você tem interesse em algum desses trabalhos operacionais em cervejarias, as vagas estão sendo oferecidas em sites como Linkedin, Catho, Vagas e Indeed. Boa sorte na sua busca e na sua carreira!

Querendo uma ajuda para traçar a sua carreira cervejeira?

Nossa equipe está aqui para lhe ajudar. Preencha o formulário abaixo e um consultor entrará em contato com você.

Você tem mais de 18?

Nós temos que ter certeza que você tem a idade mínima para entrar no conteúdo deste site.