Blog

Você sabe como montar uma receita de cerveja?

Atualmente um número crescente de pessoas adere ao movimento dos Homebrewers ou cervejeiros caseiros, mas será que é difícil fazer cerveja em casa?

Nem tanto! Conhecendo um pouco sobre o processo de produção de cerveja e tendo muito cuidado com a higiene e a sanitização, podemos começar a testar uma infinidade de combinações de ingredientes e ir descobrindo uma imensidão de sabores, aromas, cores e texturas.

Para iniciar nessa jornada exploratória, precisamos conhecer sobre o processo de produção de cerveja e sobre como elaborar uma receita de cerveja. Antes de tudo, vamos conhecer as cinco etapas do processo de produção:

1) Moagem e Mostura
O malte moído é misturado com água já aquecida e é realizado o cozimento dos grãos. Nesta parte do processo os açúcares e as enzimas contidas no malte são liberados para o meio. Depois de cessado o cozimento, as cascas de malte se depositam no fundo da panela formando uma espécie de torta que servirá para realizar a filtração do mosto. O mosto é então recirculado sob a própria casca até ficar límpido.

2) Fervura e resfriamento
O mosto é separado das cascas e adicionado à panela de fervura onde, após iniciada a fervura, é feita a adição dos lúpulos. Esta etapa é responsável por conferir as características de amargor, aroma e paladar do lúpulo à cerveja.
Após o término da fervura o mosto é resfriado e aerado para poder receber a levedura.

3) Fermentação e Maturação
Durante a fermentação, as leveduras transformarão o mosto em cerveja. A fermentação é conduzida sob temperatura controlada por tempo variável, as leveduras consomem os açúcares existentes no mosto e produzem CO2, álcool e outros compostos. Depois de encerrada a fermentação a temperatura da cerveja é reduzida para aproximadamente 0°C. Esta etapa chama-se “maturação”. Nesta fase ocorre sedimentação de algumas partículas em suspensão e também se desencadeiam algumas reações que irão produzir aromas a cerveja.

4) Priming e Envase
Depois de encerrada a maturação é adicionada uma quantidade de açúcar à cerveja, que é então engarrafada. Este açúcar servirá de alimento para a levedura que o consumirá gerando mais álcool e CO2, realizando assim a carbonatação da cerveja.

E como fazemos para montar a receita da cerveja? Qual a dosagem de maltes e como realizar a escolha destes? E o amargor da cerveja, como calcular a dosagem de lúpulo que determinará o amargor da cerveja?

Quando escolhemos determinado estilo para produzir nos baseamos nas características do estilo para fazer a seleção de matérias-primas. As quantidades de matérias-primas dosadas são importantes para que sejam alcançadas as especificações de densidade, teor alcoólico e grau de amargor do estilo, por exemplo.

Esta sim é uma arte que poucos dominam. Para facilitar, podemos utilizar softwares específicos de criação de receitas ou podemos fazer os cálculos de dosagem de matérias-primas. Pensando nisso, a Escola Superior de Cerveja e Malte criou o curso de Elaboração de Receitas para os Cervejeiros Caseiros. Neste curso você aprenderá a utilizar o Beer Smith e conhecerá os cálculos básicos que ajudarão você a fazer a cerveja perfeita, a sua cerveja!

Elaboração de Receita – Cerveja Caseira 
Contatos: [email protected] e 047-3380-5200

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − dezenove =

Baixe o E-book Grátis ↓

Gestão Comercial das Cervejarias Artesanais Brasileiras

Um estudo sobre a forma de atuação

comercial das cervejarias artesanais 

realizado pela ESCM

com a participação

de 262 Cervejarias de todo o Brasil

Eu concordo em receber comunicações por e-mail.