Blog

A história e a receita da Cerveja Verde de São Patrício

Em várias partes do mundo e até mesmo no Brasil, beber cerveja verde já virou tradição no Dia de São Patrício, o santo católico patrono da Irlanda.

Entre duendes, trevos de três folhas e até rios pintados de verde, o que muita gente não sabe é que, enquanto o mundo celebra a cultura irlandesa, a cerveja colorida passa longe dos pubs tradicionais da Irlanda no St. Patrick´s Day. 

De fato, a cerveja verde é uma invenção 100% americana.

Isso mesmo, a cerveja verde do Dia de São Patrício não é irlandesa, embora esse fato não impeça nem você, nem eu de beber uma no dia 17 de março, certo?

Descubra mais sobre a polêmica atrás da cerveja verde de São Patrício e como fazer a sua para celebrar o dia do santo irlandês.

A tradição de St. Patrick´s Day

Cerveja verde, duendes e trevos de três folhas. 

Estes três elementos compõem as alegorias de uma das mais tradicionais festas religiosas do mundo que é a comemoração do Dia de São Patrício ou Saint Patrick’s Day, no dia 17 de março.

São Patrício é considerado o santo padroeiro da Irlanda e fundador do cristianismo irlandês, pois teria conseguido explicar a Santíssima Trindade e evangelizar os irlandeses usando um trevo de três folhas, que acabou se tornando um símbolo nacional. 

Festejado inicialmente apenas no dia 17 de março, data da morte do Santo, hoje, na Irlanda e em muitos outros países de língua inglesa, as celebrações duram uma semana e equivalem ao carnaval brasileiro.

No lugar do samba e das plumas de multicores da nossa festa pagã, entretanto, os foliões do dia de São Patrício tradicionalmente dançam ao som de gaita-de-foles e usam roupas e acessórios verdes ou se fantasiam de duendes.

Aliás, reza a lenda que essas criaturas do folclore europeu beliscam qualquer um que não esteja usando verde, a cor favorita dos duendes, no St.Patrick ‘s Day.

Segundo a revista Readers Digest, uma das razões pelas quais se usa verde no Dia de São Patrício está no apelido da Irlanda, conhecida como ”ilha esmeralda”. 

A faixa verde na bandeira irlandesa também está ligada à tradição: o verde representa os católicos da Irlanda, o laranja representa a população protestante e o branco no meio simboliza a paz entre as duas religiões.

Assim, o verde foi adotado com a cor oficial da festa e foi muito além das fantasias. 

No dia 17 de março, o Rio Chicago, nos Estados Unidos, é tingido de verde por algumas horas e monumentos no mundo inteiro –  a exemplo, o Coliseu, a Torre Eiffel, a Muralha da China e o Cristo Redentor – ganham iluminação especial na cor da Irlanda.

E se quase tudo pode ficar verde no Dia de São Patrício, por que não a cerveja?

Apesar dos irlandeses mais tradicionais torcerem o nariz para a cerveja colorida, no dia de São Patrício, no mundo inteiro, bares e pubs costumam ficar cheios para beber cerveja verde em memória ao santo.

homens em um pub bebendo cerveja verde no dia de São Patrício
No dia de São Patrício, no mundo inteiro, bares e pubs costumam ficar cheios para beber cerveja de cor esmeralda em memória ao santo.

Mas, o que é cerveja verde?

Cerveja verde, tecnicamente falando, é uma cerveja que ainda não passou pela fase de maturação, portanto, não está pronta para ser consumida.

Se você não está familiarizado com o processo de produção de cerveja, fica tranquilo, vamos explicar melhor.

Para que a cerveja chegue ao seu copo, ela passa por algumas etapas de transformação. A cerveja começa a ganhar vida depois que o líquido a base de malte é fermentado e as leveduras convertem os açúcares em álcool. Depois disso, contudo, a cerveja ainda está “verde” e precisa descansar. 

Na linguagem técnica, o termo é usado como sinônimo de cerveja jovem e não tem nada a ver com o aspecto visual da bebida.

A cerveja deixa de ser considerada “verde” quando atinge a plena maturidade de sabor e aroma. É só após a fase de maturação, quando a cerveja é refinada, que ela se torna própria para o consumo.

>>> Quer aprender a fazer cerveja em casa ou se tornar mestre cervejeiro profissional? A ESCM tem o curso certo pra você!

E a cerveja verde de St. Patrick´s Day?

Já a cerveja verde que ganha os bares no dia de São Patrício não tem ligação com o termo técnico.

Simplificando, a cerveja verde tradicional do dia de São Patrício é cerveja + corante alimentar. 

E, como muitas tradições do Dia de São Patrício, a cerveja verde não tem origem irlandesa: é uma invenção americana. 

Não havia desfiles e certamente não havia produtos alimentícios de cor esmeralda na Irlanda no século XX, quando a festa teve origem no país. Aliás, de acordo com o portal History Channel, até os anos 70, as leis irlandesas proibiram os pubs de abrir em dias santos, como no dia 17 de março. 

A atmosfera de festa só se espalhou para a Irlanda após a chegada da televisão, quando os irlandeses puderam ver toda a diversão do outro lado do oceano”, relata o site. 

A invenção da cerveja de cor esmeralda, de fato, é creditada ao americano Thomas Curtin, um médico que teria criado a receita para uma festa do Dia de São Patrício para um clube do Bronx, em 1914. 

O seu ingrediente secreto era um pó azulado usado para lavar roupas. Em contato com a cerveja “amarela”, o líquido ficava verde. A tendência acabou se tornando bastante popular, replicada até hoje, agora com o uso de corante alimentar, felizmente.

A polêmica é que, embora a cerveja verde tenha se tornado um item básico da festa nos Estados Unidos e em vários outros lugares do mundo, a bebida nunca fez muito sucesso na Irlanda. Ao contrário.

Mesmo adotando algumas tradições do Dia de São Patrício da América irlandesa, beber cerveja verde parece totalmente errado na Irlanda. 

Ao menos para os irlandeses mais ortodoxos.

Como guardiões do seu produto mais típico – a cerveja – os irlandeses aparentemente não veem problemas se você colorir o mundo de verde, mas não, absolutamente, não toque na sua cerveja.

Se você tiver um amigo irlandês para questionar ou quiser fazer a sua própria pesquisa sobre a opinião dos irlandeses sobre cerveja verde, as respostas que você irá encontrar serão mais no sentido de “largue a cerveja verde e peça uma Guinness”.

Ou “somos irlandeses de verdade, e irlandeses de verdade não bebem cerveja verde.”

É verdade que a coisa da cerveja verde acabou se tornando uma ferramenta de marketing de grandes cervejarias americanas.

E se o que está em jogo é preservação da cultura irlandesa, dá para entender porque os irlandeses não abrem mão de comemorar o dia São Patrício com a cerveja nacional. 

Aqui, nós deixamos o veredicto dessa discussão ao seu critério:

Vota com os irlandeses e fica com a Guinness? Perfeito!

Quer fazer sua cerveja verde para o próximo 17 de março? Ótimo! Saiba como logo abaixo.

mulher segura dois canecos de cerveja verde
Dia de 17 de março: vai de Guinness ou de cerveja verde?

Como fazer cerveja verde? 

Polêmicas à parte, se você quer fazer a sua cerveja esverdeada para oferecer aos seus clientes na sua cervejaria ou mesmo beber em casa, é fácil conseguir essa cor. 

Basta adicionar corante alimentar líquido – o mesmo usado em confeitaria –  à cerveja clara. 

Despeje ⅓ da cerveja no copo e adicione 2 a 4 gotas de corante alimentar verde ao copo. Encha o copo até o topo com o restante da cerveja. 

Outra opção é adicionar algumas gotas de corante alimentar diretamente na lata/garrafa de cerveja antes de despejá-la.

Apenas evite corantes alimentícios em gel ou em pasta, pois eles não se misturam facilmente à cerveja gelada.

Além disso, a cerveja verde parece mais brilhante quando uma pilsner ou qualquer lager clara é usada. 

Lembrando que você não precisa abrir mão da qualidade para entrar na brincadeira. 

As cervejarias artesanais produzem cervejas claras incríveis. Temos certeza que há alguma de alta qualidade bem perto de você.

>>>> Descubra os cursos para cervejeiros caseiros e profissionais da ESCM!

Querendo uma ajuda para traçar a sua carreira cervejeira?

Nossa equipe está aqui para lhe ajudar. Preencha o formulário abaixo e um consultor entrará em contato com você.

Você tem mais de 18?

Nós temos que ter certeza que você tem a idade mínima para entrar no conteúdo deste site.