Blog

Cerveja Puro Malte ou Cerveja com Adjuntos?

O malte é um dos ingredientes básicos da cerveja, mas afinal, você sabe o que é o malte?

O malte é um cereal que passou pelo processo de maltagem, um processo de germinação controlada. Neste processo é fornecido aeração, temperatura e umidade ao grão para que ele inicie o processo de germinação.

Nesta fase se desenvolvem as enzimas necessárias para produção de cerveja e ocorrem modificações no grão, transformando as cadeias de amido contidas nele em cadeias menores, que tornam o grão mais macio e solúvel.

Em um dado momento, interrompe-se a germinação, o produto obtido neste momento é chamado de malte verde. Para chegar ao malte que conhecemos, ele deve ser submetido ao processo de secagem e torrefação. Aí então, após estes processos, temos o malte propriamente dito.

O principal cereal que pode ser maltado é a cevada. Isso se deve às características fisiológicas específicas da cevada que facilitam tanto a maltagem como a produção de cerveja.

Do malte obtemos alguns componentes fundamentais ao processo de produção da cerveja, dentre eles estão:

O amido, as enzimas, que fazem a quebra deste amido em açúcares menores, que servirão de alimento para a levedura durante a fermentação, e as cascas, que auxiliam na filtração do mosto.

Cereais como milho e arroz podem ser utilizados na produção de cerveja como fonte alternativa de amido, eles são denominados de adjuntos cervejeiros. Em geral uma fonte mais barata de amido que o malte.

Mas será que cerveja com adjunto é sinônimo de cerveja de baixa qualidade?

De maneira nenhuma!

Este é um assunto que gera muita discussão, principalmente com a descoberta do consumidor da utilização de adjuntos na cerveja. Ou mesmo pelo conservadorismo de muitos cervejeiros com a utilização destes.

Porém, os adjuntos não devem interferir nas características da cerveja, devendo ser o mais brando possível. De forma que não estão relacionados diretamente à qualidade do produto final, quanto utilizados corretamente, da mesma forma que uma cerveja por ser 100% malte não é garantia de que seja uma cerveja de boa qualidade.

Sendo assim, podemos sim ter cervejas mais baratas e de qualidade com a utilização de adjuntos, como também podemos ter cervejas excelentes puro malte.

Com base nestes temas, a Escola Superior de Cerveja e Malte oferece o curso Segredos do Malte, que tem como objetivo fornecer um maior entendimento sobre malte, processo de maltagem e utilização de adjuntos na cerveja.

Curso: Segredos do Malte
Contatos: [email protected] e 047-3380-5200

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 + três =

Baixe o E-book Grátis ↓

Gestão Comercial das Cervejarias Artesanais Brasileiras

Um estudo sobre a forma de atuação

comercial das cervejarias artesanais 

realizado pela ESCM

com a participação

de 262 Cervejarias de todo o Brasil

Eu concordo em receber comunicações por e-mail.

contato