Nota Oficial


ESCM

Diante das mensagens divulgadas nos últimos dias que expõem a discriminação de pessoas no mercado cervejeiro, a Escola Superior de Cerveja e Malte (ESCM) reafirma seu compromisso com a inclusão e despreza qualquer tipo de intolerância ou preconceito. Mensagens como estas não representam os valores da ESCM ou das pessoas que nela trabalham.

Somos a favor da diversidade sempre e em todos os âmbitos da sociedade. A pluralidade de pensamento, ideologias, credos, etnias, gêneros e estilos de vida compõem o nosso quadro de funcionários, professores e alunos. A heterogeneidade é fundamental para a construção de uma sociedade mais igualitária, acolhedora e saudável.

Na condição de uma instituição de ensino superior, contamos com um regimento interno aprovado pelo Ministério da Educação. Nos artigos 82 e 83 desse regulamento estão previstas sanções a integrantes da comunidade acadêmica que conduzam a qualquer tipo de discriminação e preconceito. A partir das normas estabelecidas e diante das mensagens divulgadas, os profissionais citados, que atuam de forma ocasional na ESCM, estão afastados e o processo será submetido ao Conselho Superior da instituição.

Prestamos nosso apoio à aluna egressa Sara Araújo e, em nome dela, nos solidarizamos a todos os demais insultados nesse lamentável episódio. Nosso objetivo é promover o diálogo. Estamos trabalhando em busca das mudanças necessárias para que situações como esta não se repitam. Defendemos a união e a receptividade a todos os que atuam no mercado cervejeiro ou que nele desejam ingressar, sem qualquer tipo de distinção.

Escola Superior de Cerveja e Malte
Blumenau, 18 de agosto de 2020.

comentários