Blog

Fazer a maturação da cerveja na garrafa ou no fermentador?

Aposto que você já se perguntou se poderia fazer a maturação da sua cerveja caseira na garrafa ao invés do fermentador.

É uma dúvida bastante comum entre os cervejeiros caseiros porque, afinal, ao realizar a maturação na garrafa você economiza um processo e ganha tempo.

Por outro lado, a sua cerveja pode não ficar exatamente do jeito que você queria.

Em mais um artigo da série “Descomplica ESCM”, você confere a resposta para essa dúvida e descobre quais as vantagens e desvantagens de fazer a maturação na garrafa e no fermentador.

Para que serve a Maturação da Cerveja

É na etapa de maturação que os sabores e os aromas da cerveja são refinados; é nela que a combinação dos ingredientes se harmonizam para construir os sabores e aromas que o cervejeiro busca.

Para podermos decidir entre a maturação feita na garrafa ou no fermentador, primeiramente devemos entender o que acontece nessa fase da produção da cerveja.

A etapa da maturação da cerveja acontece após a fermentação do mosto, já na fase final da produção, quando o líquido obtido é chamado “cerveja verde”.

Ou seja, embora as leveduras já tenham feito a maior parte do seu trabalho principal de metabolizar açúcares e já podemos tecnicamente chamar o líquido de cerveja, ela ainda não está pronta para beber.

Ela deve descansar por várias semanas para desenvolver o sabor desejado.

É na etapa de maturação, portanto, que os sabores e os aromas da cerveja são refinados; é nela que a combinação dos ingredientes se harmonizam para construir os sabores e aromas que o cervejeiro busca.

Além disso, a etapa da maturação tem outro importante papel na elaboração da cerveja que é a clarificação da nossa bebida fermentada preferida.

Assim, é durante a etapa da maturação que a cerveja atinge todo o seu potencial, antes do engarrafamento ou mesmo já dentro da garrafa.

Devo fazer a maturação na garrafa ou no fermentador?

A partir do que dissemos antes, a escolha entre um ou outro recipiente para realizar a etapa de maturação, dependerá da cerveja que você quer encontrar ao final, no seu copo.

A questão principal nessa decisão tem a ver com o aspecto visual do produto.
Se você optar por fazer a maturação na garrafa, a cerveja ficará mais turva.

Agora, se você permitir que a cerveja repouse um tempo a mais na etapa da maturação, no fermentador, em uma temperatura próxima de 0ºC, a mágica acontece.

As leveduras, polifenóis e taninos irão precipitar no fundo do fermentador resultando em uma cerveja mais brilhante e translúcida.

Portanto, o critério é exclusivo do cervejeiro e da cerveja que ele idealiza e quer beber.

De acordo com o professor do Curso de Cervejeiro Caseiro da ESCM, Duan Ceola, a única questão que você deve estar atento é que, se você escolher por fazer a fermentação na garrafa, na hora de servir a cerveja, o ideal é não despejar todo o conteúdo.

“Deixe pelo menos dois ou três dedos no fundo da garrafa para não transferir os resíduos – nem sempre agradáveis de beber – para dentro do copo”.

Dê play no vídeo abaixo e confira a explicação do professor!

Você tem dúvida em alguma das etapas da fabricação de cerveja caseira?

Toda semana, o professor da Escola Superior de Cerveja e Malte, Duan Ceola, responde a uma pergunta dos internautas, explica a forma correta de produzir cerveja em casa e também dá muitas outras dicas para você aprimorar a sua técnica e o seu conhecimento.

Basta acessar o nosso canal no YouTube e deixar a sua pergunta nos comentários. Ela pode ser tema de um próximo post aqui do blog ou de um vídeo do canal!

Prosit!

>>> Conheça o Curso de Cervejeiro Caseiro Online da ESCM.

Querendo uma ajuda para traçar a sua carreira cervejeira?

Nossa equipe está aqui para lhe ajudar. Preencha o formulário abaixo e um consultor entrará em contato com você.

Você tem mais de 18?

Nós temos que ter certeza que você tem a idade mínima para entrar no conteúdo deste site.