Alunos fazendo uma brassagem, colocando o malte na panela

Mais de 200 alunos de cinco países vêm ao Brasil para estudar cerveja


Notícias

Estudantes fazem parte dos cursos concentrados da Escola Superior de Cerveja e Malte, que recebe brasileiros de 19 estados diferentes nas próximas três semanas.

A sede da única instituição superior especializada em bebidas da América Latina terá semanas agitadas pela frente. Mais de 200 alunos brasileiros e estrangeiros estarão nos laboratórios da Escola Superior de Cerveja e Malte (ESCM) até o dia 28 de julho para os cursos de férias da metade do ano.

Compõem estas turmas pessoas de 19 estados e 100 diferentes municípios do Brasil. Entre eles, o representante da cidade que vem de mais longe parte de Paragominas (PA) e enfrenta 3,2 mil quilômetros para chegar a Blumenau (SC). Alunos do Peru, Argentina, Paraguai, México e Bolívia também estão confirmados.

São nove opções de cursos que vão desde a formação em Sommelier de Cervejas, que por aqui tem certificação internacional pela Doemens Akademie, até Produção de Bebidas Não Alcoólicas, novidade na grade.

O diretor da ESCM, Carlo Bressiani, comenta que este é um dos momentos mais intensos do ano. “A preparação começa em março, para que os alunos tenham uma programação técnica bastante intensa e também vivências práticas nas cervejarias da região. Estamos muito felizes com mais essa temporada de cursos concentrados reunindo um público apaixonado de tantos lugares”, diz.

comentários